PV reivindica espaço na chapa de José Ronaldo

PV reivindica espaço na chapa de José Ronaldo

Depois de ameaçar lançar um postulante ao governo da Bahia, o Partido Verde desistiu da intenção e, agora, quer espaço na chapa do pré-candidato ao Palácio de Ondina, José Ronaldo (DEM). Até o momento, o único integrante confirmado na composição do democrata é o deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), que vai brigar pelo Senado Federal. Duas vagas – uma para a Câmara Alta do Congresso e a outra a vice – permanecem indefinidas. À Tribuna, o presidente do PV na Bahia, Ivanilson Gomes, disse que o partido tem “diversas lideranças” que podem integrar a chapa, mas fez questão de realçar dois nomes da sigla. Os vereadores Paulo Magalhães Júnior e Henrique Carballal, o último é líder da oposição na Câmara de Salvador. Já o primeiro tem sido cotado por ser primo do prefeito ACM Neto (DEM). Nos bastidores, aliados pressionam o chefe do Palácio Thomé de Souza a colocar uma pessoa ligada a ele para conquistar os votos soteropolitanos para José Ronaldo, que tem como base eleitoral Feira de Santana.
“Estamos trabalhando no sentido de ter uma posição na chapa. A gente quer ouvir para saber qual o perfil [de candidato] que eles querem para depois definir um nome. Então, o nome vai depender do perfil. Temos diversas lideranças no partido”, afirmou Ivanilson, ao ressaltar que o PV não tem preferência nem pela vice nem pelo Senado. Apesar do parentesco, Paulo Magalhães não é próximo ao prefeito, mas o nome “Magalhães” é avaliado como uma tentativa de criar um elo maior entre ACM Neto e o pré-candidato ao governo. Para tentar instituir o vínculo entre o democrata soteropolitano e o feirense, inclusive, o pai de Neto, o empresário Antonio Carlos Magalhães Júnior, foi especulado para o posto, mas ele descartou a hipótese de retornar ao campo político.
O PV compete para compor a chapa com dois partidos: o PRB, que é ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, e o PSC. O último indicou o deputado federal Irmão Lázaro para ser o segundo candidato ao Senado e tem rejeitado qualquer possibilidade de o parlamentar ser postulante a vice. Já o PRB sugeriu o nome da vereadora de Salvador Ireuda Silva. O ex-chefe de gabinete da prefeitura de Salvador, João Roma (PRB), chegou a dizer, nesta semana, que o partido poderia abrir mão de indicar um integrar na composição, mas ele foi desautorizado pela presidente do partido na Bahia, a deputada federal Tia Eron.
Fonte: Tribuna da Bahia
Notícias Política